SAIBA SOBRE OS PIGMENTOS, AS TINTAS E AS AGULHAS DE MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR

Em qualquer tipo de procedimento de dermopigmentação (técnica que usa o implante de pigmentos a nível subepidérmico (na pele) para fins corretivos ou estéticos) os materiais usados deverão ser todos específicos e autorizados pela ANVISA e Ministério da Saúde (veja imagem com recorte da lei).

A lei proibi o uso de material que não esteja na relação dos autorizados.

CUIDADO COM GOLPES E CHARLATÕES:

“Não acredite em anúncios que dizem ter “micro agulhas”, “super tintas” e “pigmentos únicos’ para Micropigmentação Capilar, induzindo a achar que o material é milagroso e que os resultados do procedimentos dependem disso.

Mesmo se houvesse um material diferenciado ele estaria ao alcance de todos à venda nas lojas especializadas e deveriam ser regulamentadas pela ANVISA.

Material sozinho não faz milagre, o resultado dos procedimentos dependem de talento artístico e das mãos do profissional.

Geralmente o golpista usa essa tática sensacionalista, dizendo ter tinta da Europa ou de qualquer parte do mundo, especiais e com características únicas.

Tinta de qualquer parte do mundo quando usada no Brasil se não for regulamentada pela ANVISA e Ministério da Saúde é ilegal e sua saúde estará em risco com o uso deste material.

Tome cuidado com essa “indústria” criminosa, que visa somente tomar o seu dinheiro às custas de mentiras e enganações e o pior de tudo, com resultados desastrosos na pele das vítimas.

AS TINTAS USADAS NA MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR:

Temos várias marcas de tintas autorizadas para uso no Brasil, entre elas temos tintas importadas e nacionais, são tintas similares em sua base que usam pigmentos autorizados pela ANVISA.

As tintas usadas para realizar a Micropigmentação Capilar são apropriadas para o procedimento, regulamentadas e autorizadas pela ANVISA e Ministério da Saúde.

Essas tintas fazem parte de uma linha para uso na área estética e paramédica da dermopigmentação, não sendo as mesmas usadas para tatuagem artística.

Elas devem estar esterilizadas desde a fabricação, no rótulos deverá figurar o número de registro na ANVISA e data de validade.

No Brasil as tintas autorizadas estão entre as melhores do mundo e dentro da rígida inspeção dos órgãos de saúde.

A lei existe para proteger a saúde de quem se submete aos procedimentos contra algum mal que materiais não autorizados podem causar à saúde.

São exigidos inúmeros testes laboratoriais para garantir a segurança das tintas que devem ser hipoalergênicas, além de testes que descartam o risco de causar algum tipo de câncer.

A tinta é biodegradável e livre de substâncias nocivas, tais como metais pesados.

DIFERENÇA ENTRE TINTA E PIGMENTO

Tinta é o que vem no frasco que está disponível ao dermopigmentador para compra nas lojas especializadas.

A tinta é usada para realizar a dermopigmentação e o pigmento é a substancia que dá a cor à tinta.

A tinta o produto final que tem em sua composição: Pigmento e Diluente

QUAIS SÃO AS CORES USADAS?

Devem ser personalizadas e preparadas separadamente de acordo com a técnica pretendida para cada cor de pele e de cabelos;

Essa preparação e feita através de colorimetria (mistura de cores) alcançando a cor ideal para cada caso e tonalidade de cabelo;

As tintas próprias para a Micropigmentação Capilar são semi-permanentes (clareiam com o tempo) e não degradam para azul ou verde como as tintas para tatuagem.

QUAIS SÃO AS AGULHAS USADAS?

São próprias para realizar o procedimento de dermopigmentação.

Devem ser autorizadas, envelopadas e como número de registro na ANVISA, data de esterilização e de validade.

São comercializadas em conjuntos com diferentes números de agulhas agrupadas, com corpo mais finos ou mais grossos e ogivas diferenciadas.

Devem ser abertas e descartadas ao final do uso, na presença do cliente.